#Cult2017

Congresso Nacional Pensando a Cultura:

Criatividade na Gestão de Negócios Culturais

Ipad

Preencha o seu email para avisarmos dos próximos eventos.

O Primeiro Congresso Online destinado aos profissionais que 
trabalham com a cultura foi um sucesso!
2.065 pessoas assistiram às palestras online durante os 
cinco dias do evento.

Caso tenha interesse de adquirir o conteúdo, pelo período de uma ano, 
clique em OFERTA no menu acima.

Foram 21 apresentações

totalmente dedicadas ao tema da Cultura com Empreendedores, Gestores, Produtores, Acadêmicos e Artistas compartilhando o seu melhor conhecimento com o objetivo apresentar seus modelos de negócio, as potencialidades da Cultura na economia e os bastidores dos seus projetos

Imagem
1

#1. Por que o patrocínio cultural é a ferramenta de marketing ideal neste início do século XXI?

Um conteúdo importantíssimo para quem trabalha com projetos culturais e patrocínio. Neste workshop, Raquel Micas, diretora da Le Cuona Cultural, mostrou como o comportamento das pessoas e o acesso às mídias sociais interferem na maneira de se fazer marketing.
Imagem
2

#2. BNDES e o Brasil em destaque! Por que o banco aposta na Economia da Cultura e como ele apoia?

O Brasil cresceu 10%, o dobro que o resto no mundo, 5%, nas áreas de mídia e entretenimento. Neste workshop  a gerente de Economia da Cultura do BNDES, Patricia Zendron, apresentou números da economia da cultura e as formas de financiamento do banco.
Imagem
3

#3. Petrobras Distribuidora: fatores pouco conhecidos do edital de fomento às artes cênicas

A BR é o braço mercadológico da Petrobras. Seu edital alia os interesses de marketing da empresa e ainda faz um trabalho muito bonito de fomento às artes. A coordenadora de Patrocínios, Alena Cabral, neste workshop falou em detalhes como a empresa trabalha a ferramenta de patrocínio.
Imagem
4

#4. Lei Rouanet, por que ela não funciona como deveria e o que se poderia ser feito a esse respeito

O consultor, Henilton Menezes, apresentou o resultado de uma pesquisa elaborada por ele e que virou um livro sobre o mais importante mecanismo de financiamento da cultura no Brasil, a Lei Rouanet. Neste workshop,  ele apresentou o impacto da Rouanet em vários segmentos da cultura, nos vários estados e nos outros setores da economia.
Imagem
5

#5. Instituto Inhotim: só no Brasil que existe loucura suficiente para criar um projeto tão potente?

O diretor executivo do Instituto Inhotim Antônio Grassi contou diversas histórias sobre a sede de um dos museus mais importantes do mundo, como ele começou e para onde caminha. Segundo o diretor, se em algum momento Inhotim fosse construir um plano de negócios, um planejamento estratégico, um fundo patrimonial para que ele pudesse existir, ele não existiria.
Imagem
6

#6. Hamilton de Holanda e Marcos Portinari: os caras malucos que fazem várias coisas legais

Criatividade e conteúdo levam à liberdade! Esse é um dos pensamentos do empresário do músico Hamilton de Holanda. Nesta entrevista, Marcos Portinari falou da maneira como ele e o músico desenvolvem seus diversos projetos ao longo do ano.
Imagem
7

#7. Teatro do Saara: 2.500 apresentações em 3 meses na primeira temporada, o marco inicial do teatro do varejo

O Teatro do Saara é um projeto de teatro a varejo. Três apresentações por dia (25 minutinhos cada), no horário do almoço, no coração financeiro do Rio de Janeiro e por R$ 3,00. Nesta entrevista o idealizador, Fernando Maatz, falou dos aprendizados desse projeto, que é no mínimo inusitado.
Imagem
8

#8. Visões Periféricas: a periferia a partir das suas bordas, o encontro das diferenças

Este ano o Festival de Audiovisual Visões Periféricas completa 10 anos. Nesta entrevista, o idealizador, Marcio Blanco,  nos contou a trajetória do festival e o impacto das novas mídias no formato do evento.
Imagem
9

#9. Queremos! O que Pedro Seiler pode nos ensinar sobre engajamento digital de eventos físicos

O sócio fundador da plataforma Queremos! , Pedro Seiler, falou dos desafios da startup de tecnologia que lida com música, um segmento em constante mudança na forma de se consumir.
Imagem
10

#10. Os bastidores de uma produtora que já empreendeu muito de forma inovadora

"Quando você trabalha com arte e cultura, você trabalha com o espírito da época, você trabalha com transformação". Essa é só uma das frases inspiradoras da consultora Liliana Magalhães, que durante a entrevista falou das diversas fases que passou ao longo dos 30 anos e como superou os limites do lugar comum para fazer acontecer e empreender iniciativas culturais de forma inovadora.
Imagem
11

#11. Com foco total na experiência do público, vale tudo! Até transformar uma ruína em um teatro...

Antes e depois! Desafios e soluções! Natália Simonete, gestora do Teatro Saara, apresentou os caminhos criativos que teve que trilhar para driblar as adversidades e encarar a administração do negócio de maneira singular.
Imagem
12

#12. Um Café Lá em Casa com Nelson Faria, rumo aos 100 mil assinantes. As diversas formas de se trabalhar com música

Pensa num músico da MPB que você gosta. A probabilidade do guitarrista já ter tocado com essa pessoa é de mais de 80%! O músico falou dos seus produtos digitais e de sua trajetória no empreendedorismo.
Imagem
13

#13. 9 lições que aprendi sobre mensuração de resultados (que todo produtor cultural deveria saber)

Ela acabou de ser premiada pelo Itaú Cultural por sua pesquisa sobre ativos intangíveis e o valor em cultura. Neste workshop, de maneira simples e didática, Daniele Dantas apresentou os principais indicadores para mensuração de um projeto cultural.
Imagem
14

#14. Como produzir Arte e Cultura fora das leis de incentivo, via patrocínio direto

Seu filme acabou de ficar pronto. Ela está a frente de um festival de artes que não para de crescer. A produtora, atriz e cineasta Kellys Kelfis, neste workshop, apresentou os caminhos que ela percorre para conseguir realizar seus projetos fora dos editais.
Imagem
15

#15. 9 provocações para quem quer sobreviver no setor audiovisual

Seu produto é competitivo? Em seu workshop, Adriana Mota revelou dicas e ferramentas para qualquer produtor chegar à conclusão sobre o seu negócio e começar a pagar as contas trabalhando com audiovisual.
Imagem
16

#16. Dicas e ferramentas de gerenciamento de carreira artística, produção cultural e music business

Ganhador de dois Grammys, o músico, produtor e empreendedor neste workshop, Jacques Figueras, falou de maneira direta o que você precisa fazer para viver daquilo que você gosta e o que é mais importante, com autenticidade!
Imagem
17

#17. Desenvolvimento pessoal para artistas: como ter equilíbrio para conquistar o sucesso

Sua carreira é composta de uma série de experiências interculturais que costuram a todo instante suas duas maiores paixões: a produção cultural e a literatura. Neste workshop, Letícia Tórgo usou da sua experiência para falar de equilíbrio e sucesso.
Imagem
18

#18. A surpreendente verdade que nunca te contaram sobre Rodas de Samba e Economia do Carnaval

Você sabia que as rodas de samba movimentam a cidade do Rio de Janeiro o ano inteiro? O sócio fundador da Rede Carioca de Rodas de Samba, João Grand Jr., fez uma apresentação recheada de números e dados sobre a Economia do Samba, que vai além do Carnaval.
Imagem
19

#19. Como ser um produtor protagonista dentro do seu território cultural

Como garantir o seu espaço no seu território? O consultor, Vitor Souza falou sobre o perfil do produtor cultural hoje e o potencial que esse profissional tem de transformar todas as relações dentro do segmento artístico na economia da cultura!
Imagem
20

#20. Fatores pouco conhecidos que podem afetar seu modo de ver o tema Economia Criativa

Quer saber os números e a importância da economia criativa no Brasil e no mundo? Nesta apresentação, Gabriel Pinto, gerente de Indústria Criativa do Sistema FIRJAN revelou a importância da indústria criativa no século XXI, falou de inovação inovação e claro, apresentou muitos números da economia da cultura.
Imagem
21

#21. Mesa Redonda: Gestão da Cultura e Economia do Teatro

0,12% é o valor do orçamento de 2017 destinado para a pasta da Cultura, segundo Fernando Lara, gerente executivo do Grupo Galpão. Fernando Lara, a economista Ana Flávia Machado e o artista e ativista Gustavo Guenzburger participaram desta mesa. Eles foram mediados pelo professor doutor Manoel Friques e discutiram a existência de uma economia do teatro e falaram sobre a gestão da cultura.

Descubra o que as pessoas acharam do #CULT2017!